A importância de um projeto paisagístico

PDF
Imprimir
E-mail
Qui, 17 de Novembro de 2011 16:43

A importância de um projeto paisagístico

Por Inês Reis e Márcia Marques 

É importante enfatizar junto aos clientes a necessidade de se realizar um projeto paisagístico completo ao invés de se partir para a execução do jardim baseado apenas em um rápido esboço.Certamente, alguns irão argumentar que não é preciso, pois são muitos detalhes que aumentam o custo e desperdiçam tempo. Entretanto, as grandes diferenças vistas nos resultados finais e na renovada satisfação do cliente provam que as coisas devem de ser bem feitas.


Um projeto paisagístico sempre leva em conta: o estilo arquitetônico do ambiente, o clima predominante, as características do solo, a topografia, a disponibilidade hídrica, a beleza das plantas e a presença de crianças, adultos ou animais domésticos. 


Para atingir esses objetivos, torna-se absolutamente necessária uma perfeita comunicação entre cliente e profissional. É importante que, além de visitar a obra, o profissional se preocupe em promover uma longa conversa com o cliente, pois o paisagista tem de compreender exatamente os sonhos e desejos do cliente. O talento e a sensibilidade do paisagista capacita-o a perceber inclusive detalhes não expressos diretamente. 

É elaborado, então, um anteprojeto para que sejam discutidos os pormenores da execução e objetivos finais da obra. O intuito é sempre ser fiel ao compromisso entre a intenção do proprietário e arte do paisagista. Para aqueles que tem dificuldade em imaginar o resultado final, principalmente por não conhecerem todas as plantas e materiais sugeridos, devemos contar com as fotos das espécies, vasos e materiais expostos neste anteprojeto. A experiência profissional permite sugerir novas idéias, que oferecem beleza, funcionalidade e simplificação nos procedimentos de manutenção. 

Não vamos negar a importância de se conhecer com precisão os gastos e o custo final de execução da obra. Eles podem ser reajustados variando-se, por exemplo, o porte de algumas plantas. Só a elaboração de um completo projeto fornece esses dados e a possibilidade de calcular os custos do jardim. 

Após a apresentação, discussão e ajustes no anteprojeto, o paisagista irá elaborar o projeto executivo. Ele se diferencia do anterior porque possui, além de precisão na escala, todos os elementos necessários à inteira compreensão e execução. 

O cliente começa a ter certeza de que as suas idéias foram traduzidas em um desenho e a seguir serão materializadas. Com a implantação do jardim, o que estava no desenho vai se tornando realidade.